common:navbar-cta
Baixar aplicativoBlogRecursosPreçosSuporteEntrar
EnglishEspañolعربىFrançaisPortuguêsItalianoहिन्दीKiswahili中文русский

Os agentes patogénicos dos peixes são prevalentes no ambiente aquático, e os peixes são geralmente capazes de resistir a eles, a menos que sejam sobrecarregados pela carga alostática (Yavuzcan Yıldız e Seçer 2017). A alostasis refere-se à “estabilidade através da mudança” proposta por Sterling e Eyer (1988). Simplificando, este é o esforço dos peixes para manter a homeostase através de mudanças na fisiologia. A carga alostática de peixes em aquapônica pode ser um fator desafiador, já que a aquapônica é um sistema complexo principalmente em termos de qualidade da água e da comunidade microbiana no sistema. Assim, as doenças dos peixes são geralmente espéciese sistema específico. Doenças aquapônicas específicas ainda não foram descritas. A partir da aquicultura, sabe-se que as doenças dos peixes são difíceis de detectar e são geralmente o resultado final da interação entre vários fatores que envolvem o ambiente, o estado nutricional dos peixes, a robustez imunológica dos peixes, a existência de um agente infeccioso e/ou má pecuária e manejo práticas. Para sustentar sistemas aquánicos, é necessário desenvolver uma abordagem de gestão da saúde aquática considerando as espécies cultivadas, a complexidade dos ambientes em aquapônica e o tipo de gestão do sistema aquapônico. A rendibilidade da produção aquapónica pode ser afectada por pequenas reduções percentuais da produção, tal como observado na aquicultura (Subasinghe 2005).

A Aquaponics é uma abordagem sustentável e inovadora para os futuros sistemas de produção de alimentos, mas este sistema integrado de produção mostra atualmente dificuldades em passar da fase experimental ou de módulos de pequena escala para a produção em grande escala. Pode-se supor que a falta de sucesso econômico deste sistema de produção altamente sustentável se deve a grandes gargalos ainda não abordados cientificamente. Sem dúvida, a relação custo-efetividade e as capacidades técnicas dos sistemas aquapônicos precisam de mais pesquisas para realizar uma ampliação da produção (Junge et al. 2017). As actividades de investigação e as inovações aplicadas desde a década de 1980 transformaram a tecnologia aquapónica num sistema viável de produção alimentar e, embora as plantas de pequena escala e as plantas estruturadas de investigação já sejam viáveis, a aquapónica à escala comercial não é frequentemente economicamente viável. As vantagens reivindicadas atribuídas e reconhecidas para os sistemas aquapônicos são as seguintes: redução significativa no uso de água (em comparação com os métodos tradicionais do solo de plantas em cultivo), vegetais maiores e mais saudáveis do que quando cultivados no solo, produção de plantas não requer fertilizantes artificiais e produtos aquapônicos estão livres de antibióticos, pesticidas e herbicidas.

17.2.1 Visão geral da análise de risco

O risco é definido como “incerteza e gravidade das consequências de uma atividade” (Aven 2016), e o quadro de risco reflete (i) probabilidades/frequências de perigos/ ameaças, (ii) perdas esperadas devido à ocorrência de tal perigo/ameaça e (iii) fatores que poderiam criar grandes desvios entre resultados esperados e os resultados reais (incertezas, vulnerabilidades). A análise de risco oferece ferramentas para julgar o risco e auxiliar na tomada de decisões (Ahl et al. 1993; MacDiarmid 1997). A análise de risco baseia-se na utilização sistemática das informações disponíveis para a tomada de decisões, utilizando os componentes da identificação dos perigos, da avaliação dos riscos, da gestão dos riscos e da comunicação dos riscos, tal como indicado pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) (Fig. 17.1). Este quadro é comumente usado para análise de risco de patógenos (Peeler et al. 2007).

! image-20201002201946408

Fig. 17.1 Análise de risco (OIE 2017)

A análise de risco na produção de alimentos, incluindo a aquaponia, pode ser aplicada em muitos casos, como segurança alimentar, espécies invasoras, rentabilidade da produção, comércio e investimento, e para preferência do consumidor por produtos seguros e de alta qualidade (BondaDreantaso et al. 2005; Copp et al. 2016). Os benefícios da aplicação da análise de risco na aquicultura tornaram-se mais claramente ligados à sustentabilidade, rentabilidade e eficiência deste sector, e esta abordagem pode também ser eficaz para o sector da aquapónica. Portanto, a introdução da doença e a transmissão potencial de agentes patogênicos podem ser avaliadas no contexto do risco para a saúde dos animais aquáticos (Peeler et al. 2007). Vários acordos, convenções e protocolos internacionais abrangem a saúde humana, animal e fitossanidade, a aquicultura, a pesca selvagem e o ambiente geral no domínio dos riscos. Os acordos e protocolos mais abrangentes e amplos são o Acordo Sanitário e Fitossanitário da Organização Mundial do Comércio (OMC), a Convenção do Programa Ambiental das Nações Unidas (PNUA) sobre Diversidade Biológica e o acordo suplementar Protocolo de Cartagena sobre Biossegurança e o Codex Alimentarius ( Mackenzie et al. 2003; Rivera-Torres 2003).

Um desafio fundamental em relação ao campo de risco está relacionado com o nosso conhecimento profundo. As decisões de risco são situações relacionadas caracterizadas por grandes incertezas (Aven 2016). Especificamente, a análise de risco para a saúde animal depende dos conhecimentos adquiridos a partir de estudos de epidemiologia e estatística. Oidtmann et al. (2013) apontam que a principal restrição no desenvolvimento de delineamentos de vigilância baseada em risco (RBS) no contexto aquático é a falta de dados publicados para avançar no desenho da RBS. Assim, para aumentar robusto

Quadro 17.1 Necessidades de investigação composta para a saúde dos animais aquáticos em aquapônica

tabela cabeça tr class="cabeçalho” ThreSearch área/th th Necessidade de /th /tr /cabeça tbody tr class="ímpar” td rowspan=7 Pesquisa básico/td td Compreender o conceito de saúde e bem-estar dos animais aquáticos na aquapônica em termos das espécies de organismos aquáticos e do sistema utilizado /td /tr tr class="mesmo” td Compreensão do conceito de stress/stressor para organismos aquáticos em aquaponia pela espécie e pelo sistema utilizado /td /tr tr class="ímpar” td Compreender a carga alostática para organismos aquáticos e o surgimento de doenças /td /tr tr class="mesmo” td Compreender o conceito de bem-estar na aquaponia /td /tr tr class="ímpar” td Caracterização dos parâmetros críticos de qualidade da água contra a saúde dos animais aquáticos /td /tr tr class="mesmo” td Compreender a sensibilidade dos organismos aquáticos ao ambiente aquapónico /td /tr tr class="ímpar” td Revelando o perfil microbiano para os diferentes sistemas da aquapônica /td /tr tr class="mesmo” Indicadores de saúde TD/td td Desenvolvimento e validação de indicadores sanitários para animais aquáticos criados nos sistemas aquánicos /td /tr tr class="ímpar” td rowspan=2 Desenvolvimento de banco de dados/td td Dados de campo sobre a saúde/doença dos animais aquáticos na aquapônica /td /tr tr class="mesmo” td Dados de campo sobre o perfil microbiano, incluindo agentes patogénicos /td /tr /tbody /tabela

conhecimento dos riscos na aquaponia, são necessários estudos que aumentem os dados científicos e reduzam as fragilidades específicas e os campos incertos nas operações aquapónicas. Algumas áreas de pesquisa que exigem mais dados para análise de risco em sistemas aquapônicos são apresentadas a seguir (Tabela 17.1).

Em termos de análise de risco para doenças dos animais aquáticos ou para a saúde em sistemas aquánicos, o Código Sanitário dos Animais Aquáticos da OIE (Código Aquático) pode ser considerado porque o Código Aquático estabelece normas para a melhoria da saúde e do bem-estar dos animais aquáticos dos peixes de viveiro em todo o mundo e para a segurança internacional comércio de animais aquáticos e seus produtos. O presente código inclui igualmente a utilização de agentes antimicrobianos em animais aquáticos (OIE 2017).


Aquaponics Food Production Systems

Loading...

Mantenha-se atualizado sobre a mais recente Aquaponic Tech

Empresa

  • Nossa equipe
  • Comunidade
  • Pressione
  • Blog
  • Programa de referência
  • Política de privacidade
  • Termos de serviço

Direitos autorais © 2019 Aquaponics AI. Todos os direitos reservados.